Como Sacar FGTS Retido na Caixa Econômica

Como Sacar FGTS Retido na Caixa Econômica

Como sacar FGTS retido? Saiba quais são as situações que pode sacar FGTS retido para construção, casamento, inativo, justa causa e documentos necessários.

dinheiro

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito do trabalhador, mas para sacar FGTS retido na Caixa Econômica é necessário seguir algumas regras estabelecidas pelo Governo Federal.
O FGTS é depositado mensalmente pela empresa contratante e esse valor vai sendo acumulado e acrescido de rendimentos. O objetivo desse programa é ajudar o profissional a formar um patrimônio, por isso é possível fazer o saque para comprar imóveis, por exemplo.

Confira o Material Completo Para Correção Do FGTS

Independente de quanto você já tenha acumulado no FGTS, o saque só poderá ser feito em algumas situações como você verá a seguir. O que é importante dizer é que este valor é um benefício seu e que não será tirado em hipótese alguma e continuará rendendo na Caixa Econômica até que você possa sacá-lo.

Quando Sacar FGTS Retido

Há 17 motivos que autorizam o trabalhador a sacar FGTS retido na Caixa Econômica. Mas há algumas que são mais conhecidas pelos trabalhadores que são:
  • Em caso de demissão sem justa causa;
  • Fim do contrato com prazo determinado
  • Aposentadoria
  • Rescisão de contrato por extinção da empresa (parcial ou total)
  • Para aquisição de moradia própria, liquidação ou amortização de dívida de financiamento habitacional
Esses são os motivos para sacar o FGTS retido mais conhecidos, mas há outros como casos de doenças em estágio terminal, quando o trabalhador completa 70 anos, quando o trabalhador descobre ser portador do vírus HIV positivo, quando o trabalhador estiver com câncer, quando a empresa contratante entrar em falência e outros.
como Sacar FGTS Retido

Pedi Demissão Posso Sacar o Fundo de Garantia?

Essa é a dúvida de muitas pessoas que deixam de procurar novos projetos profissionais com medo de perder o Fundo de Garantia. Se você pediu ou vai pedir demissão de um emprego e quer saber se poderá sacar FGTS retido saiba que a resposta é sim!
Você poderá sacar o valor retido, mas só se ficar no mínimo três anos sem trabalhar com registro em carteira. Com passar desses três anos sem registro você poderá sacar o FGTS na Caixa Econômica no mês do seu aniversário.
Mas preste muita atenção, o dinheiro só será liberado se passar esses três anos sem registro em carteira, caso consiga um emprego antes desse período o valor do FGTS será somado com os depósitos que a nova empresa contratante fizer.

Documentos Necessários para Sacar FGTS

Para sacar FGTS retido na Caixa Econômica é necessário levar uma documentação para comprovar o motivo do saque. Em caso de demissão sem justa causa você terá que levar um documento de identidade, a carteira profissional, o Cartão Cidadão ou o número do PIS e o Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho entregue pela empresa durante a homologação.
Em outros casos você terá que apresentar uma documentação diferente e o site da Caixa Econômica lista os documentos necessários nos 17 casos onde é possível sacar FGTS retido.
Na maioria das vezes os documentos serão os mesmos: carteira de trabalho, número do Cartão Cidadão ou PIS e documento de identidade.
O que vai mudar são os documentos como a carta que comprova a aposentadoria, o laudo médico que ateste que o trabalhador está com o vírus positivo da AIDS ou com câncer. Todas as informações podem ser tiradas no site da Caixa.

Foto de perfil de Geraldo Souza

Sou Economista. Consultor de Produtos Tratamentos Cosméticos.

Deixe uma resposta